O que é o salto de desenvolvimento do bebê?

O crescimento do bebê é muito rápido e peculiar em cada faixa etária, pensando nisso e conversando com outras mamães foi possível perceber que essas alterações afligem muito a rotina das famílias.

Isso se dá devido as mudanças repentinas de humor da criança, com períodos alternados de enjoo, choro do bebê e falta de sono.

Muitas são as dúvidas em relação aos picos de crescimento da criança, de que forma identificar, o que cada salto tem de particular na fase de crescimento do bebê e outras questões inerentes.

Saber se se trata de cólica, troca de dentição, regulação de sono ou dificuldade em receber alimentação são as principais preocupações de mamães e papais.

Uma imagem contendo grama, ao ar livre, pessoa, pequeno

Descrição gerada automaticamente

Afinal, o que é o salto de desenvolvimento do bebê? 

A mudança na rotina é algo normal após o nascimento de um filho, porém entender quais os sintomas e necessidades de cada fase de crescimento é essencial para que se possa tomar providências e alterar de forma consciente o suporte ao bebê em cada momento de desenvolvimento.

As mudanças são rápidas e ocorrem em diferença de dias, mudanças na aparência física como cor dos olhos e dos cabelos, nível de atenção, movimentos mais firmes e direcionados como o de pegar objetos, fixar os olhos em direção a uma pessoa, por exemplo.

Essas alterações são de forma sistemática, e podem ter alguns momentos conhecido com salto de desenvolvimento, onde passa-se de uma fase para outra repentinamente.

Esses momentos são de aceleração denominados de Salto ou picos de desenvolvimento, e de outro lado há momentos mais lentos de assimilação entre uma fase e outra.

Produção de leite materno acompanha os saltos de desenvolvimento do bebê

A produção do leite materno segue o ritmo de desenvolvimento da criança, a natureza sábia como é, faz esse ajuste em sintonia entre mamãe e bebê.

E é nesses períodos que o bebê ao receber mais nutrientes, engorda, aumenta em peso e altura, esse ajuste é feito conforme a necessidade da criança que ao entrar no pico de desenvolvimento, acaba por solicitar mais vezes a amamentação em diversos momentos do dia e em quantidade maior do que nos primeiros dias de vida.

Cada salto dura em média de uma a seis semanas, essa variação irá depender de criança para criança, os períodos que ocorrem são:

  • Entre o 7º e 10º dia
  • No período da segunda a terceira semana
  • Durante o período da quarta a sexta semana
  • No 3º mês de vida
  • No 4º mês de vida
  • No 6º mês de vida
  • No 9º mês de vida

Saltos de desenvolvimento e a aquisição de novas habilidades

Nesses períodos são observados que a criança adquire novas habilidades, o que ocorre em diversos aspectos, como: focar o olhar em objetos, sorrir, interagir com parentes e cuidadores. No aspecto psicomotor a criança obtém habilidades, controlar os movimentos finos como segurar utilizando todos os dedos da mão um objeto, firmar o pescoço, engatinhar e iniciar a dar os primeiros passos.

A percepção cognitiva e perceptiva é completamente alterada ao longo dos picos de desenvolvimentos, em alguns momentos o bebê ainda por não compreender essas novas habilidades, fica inseguro e faz o movimento “pedindo colo” para o papai ou para a mamãe, em busca de segurança e conforto.

Sendo assim é muito comum a criança chorar muito e se sentir angustiada quando fica sozinha ou perde do seu campo de visão a mãe, ela se sente insegura e precisa da sua base por perto.

De que forma auxiliar o bebê durante os períodos de Saltos de Desenvolvimento e Picos de Crescimento?

Os papais e mamães por serem o porto seguro da criança são a primeira referência que os bebês recorrem, sendo assim é importante ter paciência e ofertar muito amor à criança.

Gerar recursos de segurança por meio de abraço e afeto, deixando claro que você está por perto, ao mesmo tempo que incentiva que ela progrida e evolua é um ato de amor.

Quando a criança pedir colo não negue, entenda que esse momento é único e irá reverberar por toda a vida de seu filho, aja com sabedoria.

Criar um ambiente saudável onde o bebê possa se desenvolver plenamente, e suas habilidades seja conquistas gradualmente de forma tranquila e com confiança são pontos essenciais para os próximos passos na vida de seu filho.

Aproveite muito o tempo que passa junto a seu filho, crie vínculos de amor e confiança e principalmente alimente uma relação de amor e compreensão, deixar um travesseiro com o cheirinho da mamãe com a criança ou uma peça de roupa não irá fazer mal ao desenvolvimento dela, muito pelo contrário, produzir um ambiente de segurança e onde a criança possa recorrer sempre que se sentir insegura é essencial para desenvolver nela habilidades de confiança e apoio emocional.

Importante destacar que aos poucos as habilidades de independência e autonomia serão desenvolvidas na criança, isso geralmente irá ocorrer após ela começar andar e falar, e deve ser aos poucos.

O método Montessoriano trabalha a autonomia da criança de forma consciente e respeitosa, vale a pena conferir mais sobre essa metodologia.

Gostou? Para dúvidas ou se você quiser compartilhar a sua experiência conosco. Deixe o seu comentário aqui embaixo, será muito bem recebido! 

Sou Marília Tannuri Verni – Mãe de 2 meninos (Ian – 12 anos e Lorenzo – 5 anos), publicitária, idealizadora do portal Grávida em Campinas e proprietária da loja infantil on line Petit Papillon Bebê & Criança. Uma apaixonada pelo universo infantil e por todas as chances que a maternidade nos proporciona.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *