Massagens que ajudam a emagrecer sem sair de casa

As massagens são parte de culturas do passado, tendo um desenvolvimento que dura milênios. Tanto os gregos e romanos, quanto os chineses, turcos, hindus e egípcios sempre tiveram a prática de um tipo de massagem, específica de cada povo.

As técnicas permanecem até os dias atuais, complementadas com novidades que transformam as opções de tratamentos da estética. A massagem tem aplicação por muitos profissionais, em academias e centros fisioterapêuticos, incluindo salão de beleza.

No meio do séc XX, cresceu o interesse em metodologias de curas naturais. Isso trouxe a técnica que aprimora a corrente sanguínea, restabelecendo e movimentando as articulações, bem como promovendo o alívio de dores e relaxando profundamente o corpo.

Além disso, constatou-se que as massagens são capazes de liberar tensões e auxiliar efetivamente na perda de gorduras. Isto porque a drenagem que ocorre quando em contato com as técnicas das mãos dos profissionais massagistas, ajudam a eliminar a gordura em acúmulo do corpo.

Tipos de massagens que ajudam a emagrecer

Dessa forma, diversos países passaram a realizar a regulamentação da prática. O padrão industrial em licenciamento e educação começaram a emergir.

O resultado foi uma massagem capaz de modelar o corpo, ganhando posição como um formato legítimo e de muito respeito em relação à medicina alternativa com foco em prevenir patologias por meio de manutenção da satisfação e do bem-estar.

É essencial o alerta de que tal tipo de tratamento deva ter realização por especialistas capazes de compreender fisiologia e anatomia. Dessa forma, o tratamento traz segurança e eficácia. Os massoterapeutas, inclusive, convergem em suas formações os saberes sobre fisiologia e doenças humanas com técnicas de tratamento distintas, por meio de massagens modeladoras, restabelecendo a saúde do enfermo.

Reflexologia

É um tipo de sistema pelo qual o praticante faz a aplicação da pressão em áreas específicas ou reflexas de mãos e pés. Por conseguinte, os receptores experimentam ações que beneficiam as áreas do corpo que se conectam a tais zonas.

Iniciando entre os anos 1000a.C., monges do Japão promoviam os estudos budistas da China, e perceberam as metodologias de cura de tal medicina tradicional, fazendo a inclusão da massagem terapêutica

O país japonês, então, começou a mostrar preocupação e personalização das técnicas da medicina, originando a massagem anma, que teve crescimento em Shiatzu. O intuito principal do Shiatzu é aumentar o grau energético do indivíduo, de maneira a resultar em uma função aprimorada dos órgãos e estimulando uma resistência natural à patologia.

Reiki

O Reiki é uma técnica que quer dizer “energia de vida guiada por Deus”, em que há a crença de que é uma prática de cura do Tibete. A descoberta aconteceu em 1800 através de um educador e filósofo do Japão chamado Dr. Mikao Usui.

Wilhelm Reich, por exemplo, foi um psicanalista da Áustria e estudante de Freud, que fez a tentativa de cura de neuroses, colaborando com a liberação de especificidades musculares e tendões fazendo uso de respiração, manipulação do corpo físico e circulação.

A sociedade, então, indignou-se com o pensamento de haver o contato físico. O psicanalista, por conseguinte, foi encaminhado à prisão em virtude dos conflitos, em questão, e lá faleceu.

Já na época de 1990, David Palmer fez a criação e o comércio do On-Site Massage, utilizando uma cadeira para massagem. Os profissionais atuais fazem a prática, então, de diversas técnicas que provém das metodologias antigas.

A contar essas raízes, que continuam inspirando curas e bem estar físico, bem como a satisfação emocional, promovem uma qualidade de vida melhor. Desse modo, as massagens modeladoras são, agora, usadas em ambientes de terapia intensiva, para crianças, idosos e, inclusive, bebês recém-nascidos. 

A massagem traz benefícios ainda para quem tem câncer, ataque cardíaco, AIDS, AVC e diversas outras doenças.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *