loja de roupas

5 estratégias de vendas para lojas de moda física e online

Suas vendas estão caindo? Hoje vamos te ajudar a bater a concorrência com as seguintes estratégias de vendas para lojas de roupas. Aumentar as vendas offline e online. Vamos começar?

Atualmente, os compradores estão conectados o tempo todo, e a onipresença dos dispositivos móveis lhes dá a liberdade de navegar, pesquisar e comprar onde e quando quiserem.

Você não precisa mais que um cliente preencha uma pesquisa depois de comprar em uma loja para entender quem são e o que gostam. Agora você pode efetivamente criar um perfil de cliente por meio de fontes de dados de terceiros, como: o Instagram – nele você consegue obter ótimas informações de clientes. Assim como o Facebook e outras redes sociais.

Depois de todo o trabalho que você teve em montar sua loja, encontrar bons fornecedores de roupas, organizar seu estoque e todo o resto, é hora de deslanchar nas vendas.

Se na fatia de bolo do mundo da moda você se perguntar quem está obtendo a melhor parte, certamente nomes como a Amazon surgirão. E novamente muitas perguntas virão à mente, como:

  • Como eles são capazes de vender mais produtos de moda do que quase 40% dos varejistas de moda juntos?
  • Eles têm um Giorgio Armani ou uma Coco Chanel sugerindo qual é o guarda-roupa certo para cada um dos clientes?
  • Será que eles têm uma equipe de celebridades do mundo da moda que ajudam o cliente a se transformar com as roupas ou algo assim?

Essa série de dúvidas surge ao avaliar a chave do sucesso da Amazon. No entanto, a resposta é muito simples: eles são especialistas em coletar dados, obter as informações de que precisam e agir a partir desses dados, colocando o “produto certo” na frente do cliente, no momento certo e no canal correto.

Quais são os principais desafios do varejo de moda?

Os maiores desafios que os varejistas de moda enfrentam hoje quando procuram aumentar o tráfego são semelhantes em todas as áreas e podem ser descritos em quatro categorias:

 

  • Eles não entendem o cliente e o que eles estão interessados, ou seja, eles são simplesmente incapazes de captar os sinais, tanto online quanto offline.
  • Seus clientes não estão entendo a comunicação que a sua loja está fazendo.
  • Eles não dão razões suficientes para os clientes continuarem retornando à loja, por exemplo, suas campanhas de fidelidade são limitadas a um simples boletim informativo trimestral.

Algumas dicas para sua loja de roupas

  1. Marketing do ciclo de vida do cliente

É sobre a criação de segmentos que você pode usar para colocar um rótulo (registro) em cada um dos seus clientes atuais e passados. Isso pode ser baseado no status do cliente em relação à marca.

Por exemplo: identifique-os como um novo cliente, primeiro compre, repita comprador, cliente fiel, duvidoso ou em rotação.

  1. Micro-segmentação

Os segmentos básicos, por si só, não são suficientes na idade dos dados. Você precisa de uma micro-segmentação eficaz de clientes com base no estilo de vida, estágio de vida, comportamento, dados demográficos e respostas de campanha, a fim de ter uma visão precisa e compreensão de cada grupo.

Isso ajudaria você a criar listas altamente relevantes para realizar campanhas específicas e, assim, atacar melhor esse segmento de clientes.

  1. Recomende efetivamente a próxima melhor oferta

Pode ser aplicado com base na afinidade entre categorias, marcas e segmentos de clientes. Por exemplo, se mais de 40% das mulheres compraram óculos de sol prateados com camisas brancas, é um bom sinal para o seu e-commerce recomendar automaticamente as lentes prateadas como uma sugestão de cross selling.

  1. Caminho para comprar – NPS (Net Promoter Score)

Net Promoter Score não é apenas uma palavra elegante tirada da sala de reunião, pois faz sentido em qualquer empresa identificar o caminho de cada segmento de cliente para comprar e rastrear todos os pontos de contato que levam a uma compra, tornando-se um elemento-chave para aumentar o tráfego.

Não só pode ajudá-lo a encurtar o caminho dos compradores, mas também otimizar as despesas de marketing, procurando uma situação ganha-ganha.

  1. Gestão da perda

O primeiro passo para gerenciar com eficácia a perda é identificar os clientes com maior probabilidade de sair da sua loja de roupas.

Você pode então criar regras e lógica para seduzi-los com ofertas e promoções que são mais relevantes para o seu micro-segmento e, felizmente, com o desenvolvimento das atuais plataformas de vendas online, isso pode ser feito automaticamente!

Conclusão

Existem muitas estratégias de vendas para lojas de moda, mas isso só será possível com a coleta e análise de dados, a fim de alcançar a segmentação que permite orientar efetivamente os clientes.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *